terça-feira, 31 de julho de 2012

A onda de denuncismo entre os partidos começa a alimentar a rivalidade de líderes políticos na campanha no interior do Acre. Os candidatos estão se utilizando de supostos atos ilícitos cometidos por parlamentares nas administrações municipais para apimentar a disputa.
O candidato de oposição a prefeito de Acrelândia, Dermival Vilas Boas Staut (PP), que o presidente da câmara de vereadores é um dos candidatos que está sendo denunciado por suposto uso de laranja, para obter benefícios na administração do ex-prefeito Carlinhos (PSDB).
Segundo documentação enviada à redação de ac24horas, Dermival Vilas Boas, teria alugado um caminhão à prefeitura de Acrelândia, em 2010, utilizando o nome de sua esposa, Esmeralda Rodrigues, numa relação suspeita entre o parlamentar e o ex-prefeito.
As notas de empenho demonstram um volume considerável de recursos que o vereador e candidato Dermival teria movimentado com o prefeito Carlinhos (PSB). O esquema se utilizava de pagamento com notas avulsas e o caminhão seria usado para transporte de máquinas.
O aluguel seria via Secretaria de agricultura. As notas foram assinadas pela esposa de Dermival Vilas Boas, pelo prefeito cassado Carlos César de Araújo e pelo técnico contábil à época, Aparecido Colombo. As supostas estripulias podem prejudicar o oposicionista.
Mesmo mantendo relações comerciais com a prefeitura, através de sua mulher, o presidente da Câmara, Dermival Vilas Boas (PP), não poupou o aliado que alugava o caminhão de sua família, e também votou pela cassação de Carlinhos Araújo, no dia 18 de fevereiro de 2011.
Em publicação recente, Dermival afirma que Esmeralda Rodrigues “é minha grande auxiliadora e tem ajudado e me motivado nessa caminhada. Com certeza os meus desafios são grandes, mas ao lado de Esmeralda, me sinto forte e alicerçado”, declara.
Os documentos enviados ao ac24horas apresentam uma movimentação de R$ 18.375 – no espaço de quatro meses de locação do caminhão da Mulher de Dermival. Esmeralda recebeu R$ 7 mil, em maio; R$ 4 mil, em julho; R$ 3,5 mil, em agosto e R$ 3.875 mil, outubro de 2010.
Nas especificações dos serviços prestados pela mulher de Dermival ao prefeito cassado Carlinhos Araújo, o caminhão de placas CIW 6214 – seria locado “para transporte de trator de esteira da Secretaria de Agricultura, em atendimento a suas atividades”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentario é importante para nós!